1ª Turma mantém júri do caso Villela


1 Turma mantm jri do caso Villela


A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu manter o julgamento pelo Tribunal do Jri do Distrito Federal (TJDFT) da arquiteta Adriana Villela, acusada de ser a mandante do assassinato do pai, Jos Guilherme Villela, ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da me, Maria Villela, e da empregada da famlia, Francisca Nascimento Silva, em 2009, em Braslia. Os ministros tambm entenderam que no necessrio explicar aos jurados que a percia das impresses digitais no local do crime foi realizada por tcnicos papiloscopistas do Instituto de Identificao da Polcia Civil do Distrito Federal, e no por peritos criminais.

A discusso ocorreu na tarde desta tera-feira (24) durante o exame de dois recursos (agravos regimentais) interpostos no Habeas Corpus (HC) 174400 contra deciso do relator, ministro Lus Roberto Barroso, de manter o julgamento da arquiteta pelo Tribunal do Jri do DF. Um deles foi apresentado pela defesa de Adriana Vilela visando anulao da sentena de pronncia (deciso que submete o ru ao jri popular), com o argumento de que a fundamentao teria se baseado em provas ilcitas (o laudo produzido por peritos papiloscopistas). Para os advogados, apenas peritos criminais poderiam assinar o laudo pericial em processo-crime.

No outro recurso, o Ministrio Pblico do Distrito Federal e Territrios (MPDFT) solicitava a reconsiderao da deciso do relator que determinava ao juiz do Tribunal do Jri que esclarecesse aos jurados que os papiloscopistas que atuaram no caso no so peritos criminais.

Julgamento

O ministro Lus Roberto Barroso votou pela rejeio dos dois recursos e pela manuteno da deciso tomada por ele no incio do ms. Ele entendeu que o caso no de invalidao da sentena de pronncia e reconheceu que h indcios suficientes de autoria, alm de outros elementos de prova contidos no processo-crime.

Para o relator, a prova produzida pelos peritos papiloscopistas no deve ser considerada ilcita ou excluda do processo, pois o Instituto de Identificao da PCDF integra a estrutura da Polcia Civil do DF como rgo oficial do Estado com atribuio legal para realizar exames periciais papiloscpicos e necropapiloscpicos, entre outros. Barroso tambm assinalou que no houve concluses divergentes dos peritos criminais, mas somente foi questionada a metodologia dos peritos papiloscopistas, o que sugere haver apenas uma disputa de competncias. No entanto, manteve a determinao de que o juiz explicasse esse detalhe aos jurados.

Em relao necessidade de explicao, o relator ficou vencido. Embora tenha acompanhado seu voto pela manuteno do Tribunal do Jri, a maioria da Turma seguiu o voto do ministro Alexandre de Moraes. Ele considerou que a explicao pode ser mal interpretada pelos jurados, em prejuzo da acusao, e influenciar negativamente o exame da licitude da prova, afetando a neutralidade do julgamento.

O ministro Marco Aurlio julgou incabvel o trmite do recurso do Ministrio Pblico por considerar que o MP, por no ser parte do habeas corpus, s pode atuar nele como fiscal da lei.

EC/CR//CF

Leia mais:

12/09/2019 – Mantido jri de arquiteta acusada de mandar matar os pais em Braslia

O Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a Taxa Referencial (TR), responsável pela correção monetária de precatórios e do FGTS entre os anos de 1999 e 2013, como inconstitucional.

Todos os Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal) têm direito ao saque integral do PASEP. Para obter o saldo do PASEP é preciso ingressar com Ação de Cobrança.

O segurado que possui inscrição no INSS em data anterior a 29/11/1999, tendo contribuições antes deste período, somado ao fato de que requereu o benefício após 29/11/1999, tem direito à revisão da vida toda.

O STF declarou constitucional a cobrança adicional de 10% sobre a multa do FGTS nos casos de demissão sem justa causa e negou pedido de uma empresa para restituição de valores pagos ao governo.

Diversos tribunais Brasileiros reconhecem a ilegalidade da cobrança do ICMS na conta de Energia elétrica, milhões de pessoas em todo o país tem direito a restituição, veja como buscas a restituição para seus clientes.

O STF decidiu que o ICMS não compõe a base de cálculo para a incidência do PIS e da Cofins. Entretanto, a Receita Federal continua exigindo das empresas o recolhimento do ICMS, sendo necessário entrar a Justiça para reaver valores pagos e impedir cobranças futuras.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

STF - Superior Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal (STF) é a mais alta instância do Poder Judiciário do Brasil e acumula competências típicas de Suprema Corte (tribunal de última instância) e Tribunal Constitucional (que julga questões de constitucionalidade independentemente de litígios concretos). Sua função institucional fundamental é de servir como guardião da Constituição Federal de 1988, apreciando casos que envolvam lesão ou ameaça a esta última.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

      Deixe uma Comentário

      Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

      janela v3.3
      Jusdecisum Informativo Jurídico
      Logo