Confira a programação da Rádio Justiça para esta terça-feira (19)

Confira a programação da Rádio Justiça para esta terça-feira (19)

Revista Justiça

O programa desta terça-feira vai fazer uma análise do início da vacinação em todo o país, após a aprovação do uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Também vamos falar do combate à violência policial. O Ministério Público vai propor novas regras para fiscalizar as polícias. No quadro “Direito Imobiliário”, vamos falar de uma decisão judicial que condenou uma construtora a indenizar um comprador por vagas de garagem em tamanho reduzido. O que deve ser observado na hora de comprar o imóvel? Terça-feira, às 8h.

A Hora do Maestro

O maestro Cláudio Cohen faz um passeio pelas grandes obras musicais escritas em todos os tempos, trazendo o melhor da música clássica dos grandes compositores em interpretações especiais. No programa desta terça-feira, obras de Carl Nielsen. Terça-feira, às 13h e às 20h.

Justiça na Tarde

Nesta terça-feira, vamos voltar a falar da saída da Ford do Brasil. Existe alguma previsão legal de compensação ao consumidor que enfrenta a desvalorização do veículo, por causa do fechamento da fábrica? Vamos falar, também, sobre um abuso cometido por alguns motoristas: o estacionamento em vagas destinadas a bombeiros e demais carros de emergência. Um especialista vai explicar as consequências jurídicas que esse condutor pode sofrer. Terça-feira, às 14h05.

Rádio Justiça

A Rádio Justiça é sintonizada em 104,7 FM no Distrito Federal e pode ser ouvida pelo site radiojustica.jus.br. Acompanhe a programação e siga a Rádio Justiça pelo Twitter no endereço twitter.com/radiojustica.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Supremo Tribunal Federal (STF) é a mais alta instância do Poder Judiciário do Brasil e acumula competências típicas de Suprema Corte (tribunal de última instância) e Tribunal Constitucional (que julga questões de constitucionalidade independentemente de litígios concretos). Sua função institucional fundamental é de servir como guardião da Constituição Federal de 1988, apreciando casos que envolvam lesão ou ameaça a esta última.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

janela
Logo