Pesquisas, consolidação de dados e segurança institucional abrem último dia do programa de intercâmbio do STF

A manhã do último dia do programa de intercâmbio acadêmico “Por Dentro do Supremo”, realizado de forma virtual entre os dias 10 e 13 de maio, trouxe para o debate temas como os desafios e conquistas das pesquisas judiciárias realizadas no âmbito do Supremo Tribunal Federal (STF) e questões ligadas à inteligência e segurança institucional da Corte.

No primeiro painel do dia, os especialistas destacaram como o contexto da necessidade de isolamento social decorrente da pandemia de covid-19, declarada em março de 2020, fez com que o STF precisasse se adaptar e investir em tecnologia e consolidação de dados.

A coordenadora de Pesquisas Judiciárias do STF e editora da Revista Suprema, Livia Gil Guimarães, disse que é essencial fazer diagnósticos sobre o funcionamento dos setores da Corte e buscar aprimorar suas atividades. Ela explicou que a pesquisa empírica consiste em escolher e explorar todos os aspectos de determinado tema, como no estudo feito sobre o desempenho dos julgamentos feitos no Plenário Virtual (PV) durante a pandemia.

Banco de dados

Já a gerente de Altos Estudo do STF, Bruna de Bem Esteves, afirmou que a constatação da falta de documentação sobre a pandemia de gripe espanhola, ocorrida no início do século passado, motivou a criação de um banco de dados sobre a atual pandemia para o futuro. Esse esforço envolveu diversas as áreas do STF e resultou na elaboração do “Dossiê STF na pandemia covid-19” . O documento reúne as adaptações tecnológicas e de pessoal feitas no Tribunal para enfrentar o período pandêmico, bem como o novo perfil decisório e jurisdicional da Corte.

A coordenadora do Escritório de Gestão da Estratégia do Tribunal, Pâmella Edokawa, destacou a parceria construída com outros setores para a produção de pesquisas e a consolidação dos dados. Segundo ela, a primeira pesquisa empírica realizada sobre as decisões do Plenário Virtual (PV) foi uma verdadeira radiografia quantitativa e qualitativa das decisões do STF entre março de 2020 e março de 2021.

Segurança institucional

No segundo painel da manhã, Rogério Galloro, assessor especial da Presidência do STF e ex-diretor-geral da Polícia Federal, falou sobre inteligência e segurança institucional no Supremo. Ele destacou que a Polícia Judicial, criada pela Resolução 344/2020, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), é destinada a assegurar a boa ordem dos trabalhos do tribunal, a proteger a integridade dos seus bens e serviços e a garantir a incolumidade dos magistrados, servidores, advogados, partes e demais frequentadores das dependências físicas dos tribunais.

Segundo Galloro, o órgão realiza investigações preliminares e interage com unidades de segurança de outros órgãos públicos na execução de atividades comuns ou de interesse do tribunal. No STF, a Assessoria de Segurança de Informação dá suporte à equipe de resposta a incidentes cibernéticos, avalia a segurança dos sistemas do Supremo, participa do Comitê de Segurança Cibernética do Poder Judiciário, implanta ações de conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e apoia ações de segurança institucional.

AR,RP/EH

]

Fonte STF

STF - Superior Tribunal Federal

STF - Superior Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal (STF) é a mais alta instância do Poder Judiciário do Brasil e acumula competências típicas de Suprema Corte (tribunal de última instância) e Tribunal Constitucional (que julga questões de constitucionalidade independentemente de litígios concretos). Sua função institucional fundamental é de servir como guardião da Constituição Federal de 1988, apreciando casos que envolvam lesão ou ameaça a esta última.

Quer ser um parceiro oficial Serasa Experian assim como nós e ganhar em média R$600,00 por mês com certificados Digitais ?

Conheça as teses que estão em alta no momento e veja como trabalhar com elas

Tese da Nova Correção do FGTS

Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a Taxa Referencial (TR), responsável pela correção monetária de precatórios e do FGTS entre os anos de 1999 e 2013, como inconstitucional.

Tese da Cobrança de Saldo do PASEP dos Servidores Públicos

Todos os Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal) têm direito ao saque integral do PASEP. Para obter o saldo do PASEP é preciso ingressar com Ação de Cobrança.

Tese da Revisão da Vida Toda PBC

O segurado que possui inscrição no INSS em data anterior a 29/11/1999, tendo contribuições antes deste período, somado ao fato de que requereu o benefício após 29/11/1999, tem direito à revisão da vida toda.

Tese da Restituição da Multa de 10% do FGTS

O STF declarou constitucional a cobrança adicional de 10% sobre a multa do FGTS nos casos de demissão sem justa causa e negou pedido de uma empresa para restituição de valores pagos ao governo.

Tese da Restituição do ICMS Cobrado Indevidamente na Conta de Luz

Diversos tribunais Brasileiros reconhecem a ilegalidade da cobrança do ICMS na conta de Energia elétrica, milhões de pessoas em todo o país tem direito a restituição, veja como buscas a restituição para seus clientes.

Tese da Exclusão do ICMS da Base de Cálculo do PIS/COFINS

O STF decidiu que o ICMS não compõe a base de cálculo para a incidência do PIS e da Cofins. Entretanto, a Receita Federal continua exigindo das empresas o recolhimento do ICMS, sendo necessário entrar a Justiça para reaver valores pagos e impedir cobranças futuras.

Tese da Exclusão do ISSQN da Base de Cálculo do PIS/COFINS

A tese refere-se à base de cálculo do PIS/COFINS, que não deve ter em sua base de cálculo valores arrecadados a título de ISS, pois estes não se incorporam ao patrimônio do contribuinte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

janela

Atenção ! Você será redirecionado para o site oficial do Serasa E-Jurídico !

Somos parceiro oficiais do Serasa Experian e como fruto desta parceria nós podemos te oferecer 10% de desconto no seu E-Jurídico através do nosso cupom de desconto, copie e cole nosso cupom na página de pagamento de Serasa Experiam E-Jurídico.

Copie o cupom

Você pode compartilhar este cupom de desconto com seus amigos, colegas de trabalho e clientes !