O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luís Roberto Barroso, recebeu, nesta segunda-feira, integrantes da primeira Bancada Negra da Câmara dos Deputados. “Dos povos que construíram a nacionalidade brasileira, a população negra é talvez a que tenha tido menos reconhecimento, e todos temos o compromisso de reparar essa situação”, afirmou.

Bancada

Na data em que se celebra o Dia da Consciência Negra, o presidente do STF destacou a importância da formação da bancada, que conta com 122 integrantes e passa a ter assento no Colégio de Líderes da Câmara para o encaminhamento de propostas legislativas para o enfrentamento dos diversos problemas enfrentados pela população negra do país.

Distorções

Barroso defendeu as ações afirmativas para a reparação da dívida do país com esse grupo. Segundo ele, uma das distorções a serem corrigidas é a representatividade no Congresso Nacional, onde é minoria, embora pessoas negras e pardas componham a maioria da população do país.

Ações

Nos diversos contatos que tem tido com representantes da comunidade negra, o ministro ressaltou que as ações consideradas mais importantes são a melhoria da oferta de educação básica de qualidade, a implementação de uma política de segurança pública visando à redução da violência contra a população negra, que é a maior vítima de homicídios, e uma política de drogas com o objetivo de neutralizar o poder do tráfico nas comunidades mais pobres.

PR//CF

 

Com informações do STF

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.