STJ lança pesquisa sobre serviços digitais


STJ lança pesquisa sobre serviços digitais




01/04/2022 08:30
01/04/2022 08:30
31/03/2022 18:57


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) promove, de 1º a 30 de abril, uma consulta pública sobre a transformação digital na corte. A intenção é captar a percepção do usuário do Portal do STJ sobre os serviços oferecidos e coletar sugestões para melhorar o relacionamento digital do tribunal com a sociedade.

O formulário da pesquisa pode ser acessado aqui.

Para o presidente do tribunal, ministro Humberto Martins, é fundamental que os usuários participem da pesquisa, pois assim será possível melhorar os serviços existentes e buscar um padrão de excelência, sempre com foco no cidadão. 

“A pesquisa permitirá a construção de um diagnóstico sobre o relacionamento digital do STJ com os seus usuários. A partir dessa consulta, saberemos onde estamos e para onde devemos ir, planejando as soluções que precisarão ser implementadas para atingir o nosso objetivo maior, que é a satisfação dos anseios da sociedade brasileira”, afirmou Martins.

Plano de Transformação Digital do STJ

Segundo o secretário de Gestão Estratégica, Montgomery Muniz, a iniciativa integra o projeto de transformação digital da corte. “A Estratégia Nacional de Tecnologia da Informação e Comunicação do Poder Judiciário (ENTIC-JUD) vem colocar o Poder Judiciário alinhado com as modernas iniciativas de governo digital em andamento no mundo todo”, explicou.

A pesquisa pretende identificar como o STJ pode melhorar seus serviços digitais e de quais o público sente falta. “O foco da transformação digital é o cidadão. Para identificar como podemos melhor atendê-lo, precisamos ouvi-lo”, completou o secretário. 

O levantamento auxiliará também o estabelecimento das próximas ações do Plano de Transformação Digital do tribunal, que compreende a transformação digital de serviços, a integração de canais digitais, a interoperabilidade de sistemas e a criação de estratégias de monitoramento.

Na consulta pública, os participantes não serão identificados, e os dados serão utilizados somente para gerar informações que auxiliem na melhoria dos recursos e serviços do site do STJ. As atualizações e o resultado da consulta serão divulgados posteriormente, possibilitando o acompanhamento da sua execução por qualquer interessado. 

Em caso de dúvidas ao responder à pesquisa, o usuário poderá entrar em contato pelo e-mail  [email protected] ou pelo telefone (61) 3319-8831.


Fonte: STJ

STJ - Superior Tribunal de Justiça

STJ - Superior Tribunal de Justiça

Criado pela Constituição Federal de 1988, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) é a corte responsável por uniformizar a interpretação da lei federal em todo o Brasil, seguindo os princípios constitucionais e a garantia e defesa do Estado de Direito.

Conheça as teses que estão em alta no momento e veja como trabalhar com elas

Tese da Nova Correção do FGTS

Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a Taxa Referencial (TR), responsável pela correção monetária de precatórios e do FGTS entre os anos de 1999 e 2013, como inconstitucional.

Tese da Cobrança de Saldo do PASEP dos Servidores Públicos

Todos os Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal) têm direito ao saque integral do PASEP. Para obter o saldo do PASEP é preciso ingressar com Ação de Cobrança.

Tese da Revisão da Vida Toda PBC

O segurado que possui inscrição no INSS em data anterior a 29/11/1999, tendo contribuições antes deste período, somado ao fato de que requereu o benefício após 29/11/1999, tem direito à revisão da vida toda.

Tese da Restituição da Multa de 10% do FGTS

O STF declarou constitucional a cobrança adicional de 10% sobre a multa do FGTS nos casos de demissão sem justa causa e negou pedido de uma empresa para restituição de valores pagos ao governo.

Tese da Restituição do ICMS Cobrado Indevidamente na Conta de Luz

Diversos tribunais Brasileiros reconhecem a ilegalidade da cobrança do ICMS na conta de Energia elétrica, milhões de pessoas em todo o país tem direito a restituição, veja como buscas a restituição para seus clientes.

Tese da Exclusão do ICMS da Base de Cálculo do PIS/COFINS

O STF decidiu que o ICMS não compõe a base de cálculo para a incidência do PIS e da Cofins. Entretanto, a Receita Federal continua exigindo das empresas o recolhimento do ICMS, sendo necessário entrar a Justiça para reaver valores pagos e impedir cobranças futuras.

Tese da Exclusão do ISSQN da Base de Cálculo do PIS/COFINS

A tese refere-se à base de cálculo do PIS/COFINS, que não deve ter em sua base de cálculo valores arrecadados a título de ISS, pois estes não se incorporam ao patrimônio do contribuinte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

janela