Suspensa exigência de contragarantias do Amapá em contratos com a União


Suspensa exigncia de contragarantias do Amap em contratos com a Unio


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu a exigncia de contragarantias pela Unio em trs contratos do Estado do Amap com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES) e a Caixa Econmica Federal (CEF), no valor total de R$ 2,8 bilhes. A deciso, proferida na Ao Cvel Originria (ACO) 3285, tem efeito at que o estado se manifeste, em cinco dias, sobre as informaes prestadas nos autos pela Unio.

Comprometimento

Na ACO, o Amap argumenta que, em razo da crise financeira que atravessa, no ser possvel honrar as parcelas dos contratos que esto por vencer, o que resultar na execuo imediata das contragarantias pactuadas com a Unio e no bloqueio de transferncias constitucionais e arrecadao tributria.

A execuo, segundo o estado, comprometer gravemente a continuidade de polticas pblicas essenciais e inviabilizar, entre outros itens, o pagamento dos salrios, j atrasados, de mdicos e enfermeiros, o custeio de medicamentos, o transporte de alunos, a merenda escolar e o fornecimento de alimentao nos estabelecimentos prisionais, causando risco de rebelio.

O pedido de liminar inclui, alm da suspenso das contragarantias, a vedao da incluso do Estado do Amap nos cadastros federais de inadimplncia em razo do atraso no pagamento das parcelas dos contratos e a imediata devoluo de quaisquer valores bloqueados a ttulo de contragarantia.

Recuperao fiscal


Ao deferir a medida cautelar, o ministro Dias Toffoli explicou que a completa apreciao do pedido de liminar exige a anlise de mais informaes. Ele observou que, de um lado, a implementao da contragarantia pela Unio afetar de modo significativo a sustentabilidade dos servios pblicos do Amap, e, de outro, igualmente premente a necessidade de ajuste de contas do estado.

O presidente do STF assinalou que o governo amapaense baseia sua argumentao na expectativa de adeso ao novo Plano de Recuperao Fiscal, previsto em projeto de lei (PLC 149/2019) ainda em tramitao no Congresso Nacional e que, segundo o estado, proibiria a execuo de contragarantias. A Unio, por seu lado, sustenta que a proposta no contempla a suspenso da execuo e que o Amap no cumpriria todos os requisitos exigidos para o ingresso no regime de recuperao atualmente vigente (Lei 159/2017).

Seguindo a orientao adotada na ACO 3280, que trata de situao semelhante em relao ao Estado do Rio Grande do Norte, o ministro Toffoli solicitou que o Amap se manifeste sobre as consideraes da Unio, especialmente sobre seu comprometimento com o programa de ajuste de contas do regime de recuperao fiscal vigente. O estado deve tambm apontar se vivel a apresentao de proposta de quitao ou diminuio do dbito at a definio do PLC 149/2019, visando conciliao dos interesses envolvidos.

RP/CF


Leia mais:

11/7/2019 – Presidente do STF impede Unio de bloquear verbas do RN e requer informaes ao estado

 

STF - Superior Tribunal Federal

STF - Superior Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal (STF) é a mais alta instância do Poder Judiciário do Brasil e acumula competências típicas de Suprema Corte (tribunal de última instância) e Tribunal Constitucional (que julga questões de constitucionalidade independentemente de litígios concretos). Sua função institucional fundamental é de servir como guardião da Constituição Federal de 1988, apreciando casos que envolvam lesão ou ameaça a esta última.

Conheça as teses que estão em alta no momento e veja como trabalhar com elas

Tese da Nova Correção do FGTS

Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a Taxa Referencial (TR), responsável pela correção monetária de precatórios e do FGTS entre os anos de 1999 e 2013, como inconstitucional.

Tese da Cobrança de Saldo do PASEP dos Servidores Públicos

Todos os Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal) têm direito ao saque integral do PASEP. Para obter o saldo do PASEP é preciso ingressar com Ação de Cobrança.

Tese da Revisão da Vida Toda PBC

O segurado que possui inscrição no INSS em data anterior a 29/11/1999, tendo contribuições antes deste período, somado ao fato de que requereu o benefício após 29/11/1999, tem direito à revisão da vida toda.

Tese da Restituição da Multa de 10% do FGTS

O STF declarou constitucional a cobrança adicional de 10% sobre a multa do FGTS nos casos de demissão sem justa causa e negou pedido de uma empresa para restituição de valores pagos ao governo.

Tese da Restituição do ICMS Cobrado Indevidamente na Conta de Luz

Diversos tribunais Brasileiros reconhecem a ilegalidade da cobrança do ICMS na conta de Energia elétrica, milhões de pessoas em todo o país tem direito a restituição, veja como buscas a restituição para seus clientes.

Tese da Exclusão do ICMS da Base de Cálculo do PIS/COFINS

O STF decidiu que o ICMS não compõe a base de cálculo para a incidência do PIS e da Cofins. Entretanto, a Receita Federal continua exigindo das empresas o recolhimento do ICMS, sendo necessário entrar a Justiça para reaver valores pagos e impedir cobranças futuras.

Tese da Exclusão do ISSQN da Base de Cálculo do PIS/COFINS

A tese refere-se à base de cálculo do PIS/COFINS, que não deve ter em sua base de cálculo valores arrecadados a título de ISS, pois estes não se incorporam ao patrimônio do contribuinte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

janela