TST divulga finalistas do 2º Prêmio Justiça do Trabalho de Jornalismo

Os vencedores de cada categoria serão anunciados em 5/10 em cerimônia no Tribunal

Banner da 2º edição do Prêmio Justiça do Trabalho de Jornalismo

Banner da 2º edição do Prêmio Justiça do Trabalho de Jornalismo

21/09/21 – O Tribunal Superior do Trabalho divulgou, nesta terça-feira (21), a lista dos finalistas do 2º Prêmio Justiça do Trabalho de Jornalismo. A edição de 2021 faz parte das comemorações dos 80 anos da Justiça do Trabalho e contemplou reportagens com o tema “Justiça do Trabalho: a importância e os avanços da Justiça Social”.

Foram inscritos 96 trabalhos, em cinco categorias: telejornalismo, radiojornalismo, webjornalismo, jornalismo impresso e mídias digitais. As reportagens, publicadas ou veiculadas por empresas jornalísticas de 1º/9/2019 a 1º/8/2021, evidenciam temas como a evolução histórica da Justiça do Trabalho no Brasil, a conscientização da sociedade, os avanços e as transformações dos direitos trabalhistas e a valorização da Justiça do Trabalho na construção da cidadania, entre outros.

Finalistas

Dos trabalhos inscritos, três finalistas foram selecionados pela Comissão Julgadora, formada por magistrados da Justiça do Trabalho e profissionais de Comunicação Social. Os jurados atribuíram notas aos trabalhos com base em critérios como adequação ao tema, linguagem, estética, originalidade e utilidade social.

Os primeiros colocados de cada categoria serão anunciados em 5/10, em cerimônia no Tribunal Superior do Trabalho, e receberão o prêmio de R$ 10 mil, além de certificado. 

Confira a lista dos finalistas, em ordem alfabética, por categoria:

Jornalismo Impresso

Beatriz Arantes Olivon (JI087)
Fernanda Brigatti Valentin (JI073)
Talita de Souza (JI033)

Radiojornalismo

Ana Carolina Dutra Siqueira (RJ038)
Eduardo Matos (RJ048)
Sebastião Borges Júnior (RJ083)

Telejornalismo

Lais Julia Rocha Almeida (TJ094)
Renato de Niza e Castro Fernandes Franco (TJ043 e TJ044)

Webjornalismo

Jotaan Sérgio da Silva (WJ062)
Juliana do Prado Silva (WJ026)
Patrícia Ramos Teixeira Ribeiro da Silva (WJ093)

Mídias Digitais

Letícia Dias Fagundes (MD082)
Natália Belizario Silva (MD051)
Victor Augusto Dias Matioli (MD013)

(Secom/TST)


Fonte: TST – Tribunal Superior do Trabalho

O Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a Taxa Referencial (TR), responsável pela correção monetária de precatórios e do FGTS entre os anos de 1999 e 2013, como inconstitucional.

Todos os Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal) têm direito ao saque integral do PASEP. Para obter o saldo do PASEP é preciso ingressar com Ação de Cobrança.

O segurado que possui inscrição no INSS em data anterior a 29/11/1999, tendo contribuições antes deste período, somado ao fato de que requereu o benefício após 29/11/1999, tem direito à revisão da vida toda.

O STF declarou constitucional a cobrança adicional de 10% sobre a multa do FGTS nos casos de demissão sem justa causa e negou pedido de uma empresa para restituição de valores pagos ao governo.

Diversos tribunais Brasileiros reconhecem a ilegalidade da cobrança do ICMS na conta de Energia elétrica, milhões de pessoas em todo o país tem direito a restituição, veja como buscas a restituição para seus clientes.

O STF decidiu que o ICMS não compõe a base de cálculo para a incidência do PIS e da Cofins. Entretanto, a Receita Federal continua exigindo das empresas o recolhimento do ICMS, sendo necessário entrar a Justiça para reaver valores pagos e impedir cobranças futuras.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

TST

Com sede em Brasília-DF e jurisdição em todo o território nacional, é órgão de cúpula da Justiça do Trabalho, nos termos do artigo 111, inciso I, da Constituição da República, cuja função precípua consiste em uniformizar a jurisprudência trabalhista brasileira. O TST é composto de vinte e sete Ministros.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

janela
Jusdecisum Informativo Jurídico
Logo