TST divulga lista de juízes do trabalho interessados em compor o CNJ

A indicação será votada pelo Tribunal Pleno na próxima segunda-feira (13). 

Fachada do TST

Fachada do TST

10/12/21 – A presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministra Maria Cristina Peduzzi, tornou públicos nesta sexta-feira (10) os nomes dos juízes do trabalho interessados em concorrer ao cargo de conselheiro do Conselho Nacional de Justiça. A escolha será feita pelo Tribunal Pleno na próxima segunda-feira (13).

Segundo o artigo 103-B da Constituição, o CNJ compõe-se de 15 membros com mandato de dois anos, admitida uma recondução – entre eles um juiz de Tribunal Regional do Trabalho (inciso VIII) e um juiz do trabalho (inciso IX), indicados pelo TST. O mandato da atual representante do primeiro grau, juíza Flávia Moreira Guimarães Pessoa, se encerra em fevereiro de 2022.

Confira o nome dos juízes inscritos:

Adriana Silva Nico (5ª Região)
Agenor Calazans da Silva Filho (5ª Região)
Alan da Silva Esteves (19ª Região)
Alciane Margarida de Carvalho (18ª Região)
Bruno Alves Rodrigues (3ª Região)
Carlos Abener de Oliveira Rodrigues Filho (2ª Região)
Carlos Antônio Chagas Júnior (14ª Região)
Cassio Ariel Caponi Moro (17ª Região)
Daniel da Rocha Mendes (2ª Região)
Dorotheo Barbosa Neto (14ª Região)
Eleonora Alves Lacerda (23ª Região)
Fabiana Meyenberg Vieira (9ª Região)
Francisco Pedro Jucá (2ª Região)
Gerfran Carneiro Moreira (11ªRegião)
Giovanni Olsson (12ª Região)
Hermann de Araújo Hackradt (21ª Região)
Marcio Mendes Granconato (2ª Região)
Márcio Toledo Gonçalves (3ª Região)
Nedir Veleda Moraes (17ª Região)
Rafael Menezes Santos Pereira (5ª Região)
Régis Franco e Silva de Carvalho (2ª Região)
Sandro Nahmias Melo (11ª Região)
Thania Maria Bastos Lima Ferro (22ªV
Veruska Santana Sousa de Sá (13ª Região)
Washington Timoteo Teixeira Neto (3ª Região)


Fonte: TST – Tribunal Superior do Trabalho

O Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a Taxa Referencial (TR), responsável pela correção monetária de precatórios e do FGTS entre os anos de 1999 e 2013, como inconstitucional.

Todos os Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal) têm direito ao saque integral do PASEP. Para obter o saldo do PASEP é preciso ingressar com Ação de Cobrança.

O segurado que possui inscrição no INSS em data anterior a 29/11/1999, tendo contribuições antes deste período, somado ao fato de que requereu o benefício após 29/11/1999, tem direito à revisão da vida toda.

O STF declarou constitucional a cobrança adicional de 10% sobre a multa do FGTS nos casos de demissão sem justa causa e negou pedido de uma empresa para restituição de valores pagos ao governo.

Diversos tribunais Brasileiros reconhecem a ilegalidade da cobrança do ICMS na conta de Energia elétrica, milhões de pessoas em todo o país tem direito a restituição, veja como buscas a restituição para seus clientes.

O STF decidiu que o ICMS não compõe a base de cálculo para a incidência do PIS e da Cofins. Entretanto, a Receita Federal continua exigindo das empresas o recolhimento do ICMS, sendo necessário entrar a Justiça para reaver valores pagos e impedir cobranças futuras.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
TST

TST

Com sede em Brasília-DF e jurisdição em todo o território nacional, é órgão de cúpula da Justiça do Trabalho, nos termos do artigo 111, inciso I, da Constituição da República, cuja função precípua consiste em uniformizar a jurisprudência trabalhista brasileira. O TST é composto de vinte e sete Ministros.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

janela
Jusdecisum Informativo Jurídico
Logo