No Dia da Consciência Negra, presidente do STF destaca importância da equidade racial

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), reafirmou o compromisso de sua gestão e do Poder Judiciário em contribuir com a igualdade racial. No Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, disse que é preciso derrotar o nosso próprio passado de injustiças. “Precisamos ampliar o acesso à educação de qualidade, ao mercado de trabalho e de consumo, aos cargos públicos e eletivos, bem como às posições privadas mais elevadas”.

O presidente do STF disse que o Poder Judiciário está empenhado para mudar a realidade. “Para incentivar o ingresso de juízes negros nos quadros do Poder Judiciário, estamos estruturando um grande sistema de bolsas de estudo que possa atender milhares de candidatos, auxiliando-os na preparação para os concursos da magistratura. Assim, ao lado das ações afirmativas, vamos capacitar as pessoas para disputarem as vagas em melhores condições de competitividade. Nós vamos mudar as estatísticas do Poder Judiciário”, afirmou.

O ministro pontuou que as estatísticas demonstram a existência de racismo estrutural na sociedade brasileira e que, para mudar a realidade, é preciso tomar consciência e viver uma vida antirracista. “Percorremos um longo caminho, mas ainda há muito por fazer. O papel de todos nós é empurrar a história na direção certa”, concluiu.

 

Com informações do STF

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também!