Ministério estabelece critérios para financiar programas socioeducativos

PORTARIA Nº 795, DE 4 DE ABRIL DE 2022

Estabelece critérios de prioridade para o investimento de recursos discricionários do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos nas ações de cofinanciamento dos programas de atendimento socioeducativo quanto à implementação, à ampliação, à construção, à reforma e à equipagem de unidades de atendimento socioeducativo.

A MINISTRA DE ESTADO DA MULHER, DA FAMÍLIA E DOS DIREITOS HUMANOS, no uso das atribuições que lhe conferem o art. 87, parágrafo único, inciso I, primeira parte, e inciso II, da Constituição, e considerando o art. 5º da Portaria Interministerial nº 1.426, de 14 de julho de 2004, e o art. 3º, inciso VIII, da Lei nº 12.594, de 18 de janeiro de 2012, resolve:

Art. 1º Estabelecer, no âmbito da competência do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, os seguintes critérios de prioridade, para financiar ações e programas de atendimento socioeducativo, quanto à implementação, à ampliação, à construção, à reforma e à equipagem de unidades de atendimento socioeducativo (Núcleos de Atendimento Integral – NAI, unidades de internação e unidades de semiliberdade), pelos entes federados que tenham instituído sistema de atendimento socioeducativo:

I – inscrição regular dos programas no Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente;

II – disponibilização regular de informações relativas à execução das medidas socioeducativas em sistema informatizado próprio deste Ministério;

III – observância das diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em Conflito com a Lei (PNAISARI), especialmente no apoio e participação na elaboração e execução dos Planos Operativos e Planos de Ação Municipais, em atuação articulada do órgão estadual gestor das medidas socioeducativas e as secretarias de saúde municipais; e

IV – estruturação de atividades, no âmbito de projetos político-pedagógicos, que contemplem as especificidades das adolescentes privadas de liberdade, especialmente:

a) ações voltadas ao fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários e à viabilização da participação da família no cumprimento da medida socioeducativa; e

b) oficinas e atividades educativas nas temáticas de saúde e dignidade da mulher, autocuidados, prevenção à abusos e gravidez precoce, considerando as faixas etárias das adolescentes atendidas.

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor no dia 2 de maio de 2022.

CRISTIANE RODRIGUES BRITTO

Diário Oficial da União

Jusdecisum

Jusdecisum

Data Venia Dr's e Dra's ! O Jusdecisum é um site de informativo jurídico que tem como objetivo reunir as decisões jurídicas dos principais tribunais do país em um só lugar, facilitando assim a informação e o estudo de profissionais e estudantes da área jurídica. Abaixo, estão nossas redes sociais e contatos, nos siga, mantenha-se atualizado sobre as decisões jurídicas dos principais tribunais, venha fazer parte desta grande comunidade jurídica que estamos criando ! Sejam sempre muito bem vindos !

Conheça as teses que estão em alta no momento e veja como trabalhar com elas

Tese da Nova Correção do FGTS

Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a Taxa Referencial (TR), responsável pela correção monetária de precatórios e do FGTS entre os anos de 1999 e 2013, como inconstitucional.

Tese da Cobrança de Saldo do PASEP dos Servidores Públicos

Todos os Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal) têm direito ao saque integral do PASEP. Para obter o saldo do PASEP é preciso ingressar com Ação de Cobrança.

Tese da Revisão da Vida Toda PBC

O segurado que possui inscrição no INSS em data anterior a 29/11/1999, tendo contribuições antes deste período, somado ao fato de que requereu o benefício após 29/11/1999, tem direito à revisão da vida toda.

Tese da Restituição da Multa de 10% do FGTS

O STF declarou constitucional a cobrança adicional de 10% sobre a multa do FGTS nos casos de demissão sem justa causa e negou pedido de uma empresa para restituição de valores pagos ao governo.

Tese da Restituição do ICMS Cobrado Indevidamente na Conta de Luz

Diversos tribunais Brasileiros reconhecem a ilegalidade da cobrança do ICMS na conta de Energia elétrica, milhões de pessoas em todo o país tem direito a restituição, veja como buscas a restituição para seus clientes.

Tese da Exclusão do ICMS da Base de Cálculo do PIS/COFINS

O STF decidiu que o ICMS não compõe a base de cálculo para a incidência do PIS e da Cofins. Entretanto, a Receita Federal continua exigindo das empresas o recolhimento do ICMS, sendo necessário entrar a Justiça para reaver valores pagos e impedir cobranças futuras.

Tese da Exclusão do ISSQN da Base de Cálculo do PIS/COFINS

A tese refere-se à base de cálculo do PIS/COFINS, que não deve ter em sua base de cálculo valores arrecadados a título de ISS, pois estes não se incorporam ao patrimônio do contribuinte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

janela