O Superior Tribunal de Justiça inaugura nesta quarta-feira (3), às 18h, o Espaço STJ Memória e a exposição rn Do Papel ao Digital: os 35 anos da Corte Cidadã. O evento integra a programação alusiva ao 35º aniversário da instalação do tribunal, ocorrida em 7 de abril de 1989.

rnrn

rn
rn

rn
rn

rnrn

O Espaço STJ Memória, no lugar do antigo Museu do STJ, é composto de duas exposições permanentes que narram a história do STJ e do Tribunal Federal de Recursos (TFR). Além da remodelagem do espaço físico, a Secretaria de Documentação e a Seção de Museu e Memória Institucional promoveram a reorganização do acervo, a renovação dos conteúdos informativos e a incorporação de novos elementos tecnológicos, como pontos interativos e vídeos. Outra novidade é que o Espaço STJ Memória se tornou mais acessível a pessoas com deficiência ao incorporar a audiodescrição dos elementos expostos e ampliar os espaços de circulação entre as peças do acervo.

"Ao tornar o espaço mais acessível, não apenas de modo físico, mas também digital, o tribunal busca garantir que pessoas de diferentes interesses possam mergulhar na riqueza da história jurídica e entender melhor a trajetória do STJ. Isso não só enriquece a experiência dos visitantes, mas também preserva e valoriza a memória institucional, promovendo um senso de pertencimento e identidade. É, portanto, um espaço de história, de memória e de cidadania", declarou a secretária de Documentação, Josiane Nasser.

Após a inauguração, o novo espaço poderá ser visitado de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h.

rn A transformação tecnológica

A exposição rn Do Papel ao Digital: os 35 anos da Corte Cidadã mostra a trajetória do STJ desde os tempos do processo em papel até se tornar um tribunal digital. A mostra é dividida em três estações: "A realidade do processo físico", "Do físico para o eletrônico, do analógico para o digital" e "Um futuro já presente".

"A ideia é evidenciar marcos históricos mais significativos dessa trajetória e os atores que desempenharam papéis fundamentais na construção desse cenário, que culminou no reconhecimento da corte como o primeiro tribunal totalmente digital do país", afirmou Augusto Gentil, titular da Secretaria Judiciária, unidade responsável pela exposição.

A mostra poderá ser visitada durante todo o mês de abril, das 9h às 19h, na área das exposições temporárias localizada perto do Espaço Cultural STJ, no segundo andar do Edifício dos Plenários.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.