Mesária voluntária há mais de seis anos, a agente comunitária de saúde, Daniela Aparecida Santos, de 39 anos, moradora do município de Andirá (PR), presta um serviço que vai além do trabalho eleitoral nos dias de votação. Nas visitas domiciliares que faz a pessoas idosas e a jovens que estão em tratamento, ela costuma destacar a importância do exercício do voto para a cidadania.

Como agente de saúde há 11 anos, ao visitar uma paciente de 90 anos há três anos, Daniela explicou para a idosa que ela poderia ainda votar, se tivesse condições físicas e assim desejasse. O voto no Brasil é facultativo ao eleitorado com mais de 70 anos. Ela chegou a fazer uma urna de papelão para a paciente para que ela tivesse uma noção de como seria votar.

Assista à entrevista no canal do TSE no YouTube.

O tempo passou. Chegou o primeiro turno das eleições municipais de 2020 e qual não foi a surpresa da agente de saúde ao ver a idosa entrar na seção eleitoral, na qual Daniela atuava justamente como mesária. As duas se reconheceram e se emocionaram.

“Eu falei [durante a visita] que ela poderia exercer a sua vontade como cidadã até quando ela tivesse força, estivesse com saúde. Eu fiquei contente. Eu expliquei e ela entendeu. Quando eu estava lá nas eleições, como mesária, ela entrou na minha sala e disse: “Oi, Daniela, eu vim votar. Estou tão feliz porque através de suas informações eu esclareci as minhas dúvidas”, conta a agente comunitária de saúde, ao lembrar que a idosa havia parado de votar por quatro eleições.

Mais informação a quem precisa

Daniela afirma que sempre gostou de atuar como mesária. “Não vejo a hora de chegar as eleições. O meu trabalho com a Justiça Eleitoral tem contribuído para levar mais informações aos meus pacientes”, afirma.

Ela ressalta que, se algumas pessoas com quem fala sobre o valor do voto, assimilarem o conhecimento transmitido por ela, já é uma grande evolução. “É importante que nós, cidadãos, escolhamos nossas candidatas e candidatos. Procurar as propostas de cada um, para que a gente possa ter um país melhor. Nunca devemos deixar de lutar, de ter conhecimento, de colocar a confiança em alguém. Eu acredito muito no ser humano”, acrescenta Daniela.

Evolução da JE

Sob o olhar tanto como eleitora quanto como mesária voluntária, Daniela afirma que a Justiça Eleitoral evoluiu muito nos últimos 40 anos. “Imagina há 30, 40 anos atrás. Era muito difícil. Era tudo no papel. Tinha um tempo para a contagem de votos. Hoje não. Está bem mais prático para quem trabalha”, assinala.

Segundo a agente de saúde, o conhecimento adquirido ao colaborar com a Justiça Eleitoral tem sido de grande valor na vida pessoal e profissional. Ela revela, inclusive, ter influenciado duas colegas de trabalho a também atuarem como mesárias.

Cadeirante

Além da eleitora idosa, outro episódio que Daniela não esquece foi quando as pessoas se mobilizaram para trazer um cidadão em cadeira de rodas para votar. “Ele se emocionou quando chegou até a seção. Foi uma emoção para todos nós. Ele chorou. Falou que gostava muito de votar e não tinha quem o ajudasse”, finaliza.  

Série Mesários – A JE mora ao lado

Essa história faz parte da série Mesários – a Justiça Eleitoral Mora ao Lado. Os textos estão sendo publicados desde fevereiro, mês em que a Justiça Eleitoral comemorou 90 anos. A ideia é mostrar que a atuação para garantir o processo democrático por meio das eleições só é possível graças às mesárias e aos mesários que participam ativamente do processo eleitoral em todo o país.

EM/CM

Leia mais:

21.07.2022 –A JE Mora ao Lado: mesária desde 2002, Iane estreou junto à urna eletrônica

19.07.2022 – A JE Mora ao Lado: conheça o trabalho de quem leva cidadania a terras indígenas

14.07.2022 – A JE Mora ao Lado: mesária do DF queria conhecer o processo eleitoral na prática

12.07.2022 – A JE Mora ao Lado: há 30 anos na mesma seção, mesário tem orgulho da relação cordial que desenvolveu com eleitores

07.07.2022 – A JE Mora ao Lado:  Jota Vieira afirma que vontade de servir “nos faz grandes”

05.07.2022 – A JE Mora ao Lado: mesária desde 1987, Elizete Ramos leva bom humor para seção eleitoral do Novo Gama (GO)

30.06.2022 – A JE Mora ao Lado: por amor e patriotismo, professora amapaense se tornou mesária voluntária

28.06.2022 – A JE Mora ao Lado: para Leila Aguiar, ser mesária é um sonho que se tornou realidade

23.06.2022 – A JE Mora ao Lado: mesária gaúcha convida a juventude a trabalhar nas eleições

21.06.2022 – A JE Mora ao Lado: mineira destaca o papel do mesário para o fortalecimento da democracia

23.06.2022 – A JE Mora ao Lado: conheça Celiana, uma mesária que ama o que faz

14.06.2022 – A JE Mora ao Lado: Andréa Félix mostra seu carinho pela Justiça Eleitoral há mais de 20 anos

09.06.2022 – A JE Mora ao Lado: educadora da Paraíba se sente motivada a construir o país junto à Justiça Eleitoral

07.06.2022 – A JE Mora ao Lado: professor de história se orgulha da contribuição como mesário desde 2004

02.06.2022 – A JE Mora ao Lado: depois da insegurança inicial, o orgulho de atuar como mesária

31.05.2022 – A JE Mora ao Lado: para Iury Torquato, ter jogo de cintura é essencial para atuar como mesário

26.05.2022 – A JE Mora ao Lado: vocação para mesário que vem de berço

24.05.2022 – A JE Mora ao Lado: colaborador revela situações que viveu como presidente de seção em Pedreiras (MA)

19.05.2022 – A JE Mora ao Lado: mesário do Ceará destaca o papel de cidadão em prol da democracia

17.05.2022 – A JE Mora ao Lado: a cada dois anos, professor troca a sala de aula pela seção eleitoral

12.05.2022 – A JE Mora ao Lado: mesário chileno-brasileiro dá exemplo de cidadania

10.05.2022 – A JE Mora ao Lado: mesária paraense tem atenção especial com eleitores idosos e com deficiência

05.05.2022 – A JE Mora ao Lado: nipo-brasileiro atua há mais de 30 anos como mesário no DF

03.05.2022 – A JE Mora ao Lado: voluntária maranhense se sente heroína por servir como mesária

28.04.2022 – A JE Mora ao Lado: conheça Herbene, uma mesária com orgulho e por opção

26.04.2022 – A JE Mora ao Lado: conheça Fábio Marques, assistente social, apresentador, blogueiro e mesário

21.04.2022 – A JE Mora ao Lado: voluntária conta como superou o nervosismo na primeira experiência como mesária

19.04.2022 – A JE Mora ao Lado: mesária tem a oportunidade de atuar em comunidade rural onde nasceu e foi criada

14.04.2022 – A JE Mora ao lado: mesária há 37 anos enaltece o voto de pessoas com mais de 70

12.04.2022 – A JE Mora ao Lado: paraense acredita que o trabalho como mesário fortalece a democracia

07.04.2022 – A JE Mora ao Lado: o mesário e a relação de confiança com o eleitor

05.04.2022 – A JE Mora ao Lado: voluntária atua há mais de 15 anos como mesária em Curitiba (PR)

31.03.2022 – A JE Mora ao Lado: cadeirante conta como superou adversidades para atuar como voluntária nas eleições

29.03.2022 – A JE Mora ao Lado: eleitor se tornou mesário para dar um passo a mais no exercício da cidadania

24.03.2022 – A JE Mora ao Lado: baiano realizou o sonho de participar das eleições como mesário

22.03.2022 – A JE Mora ao Lado: “O trabalho como mesária contribuiu para meu crescimento”, diz professora

17.03.2022 – A JE Mora ao Lado: mesária voluntária exerce a função por se considerar patriota

15.03.2022 – A JE Mora ao Lado: professora trabalha como mesária desde 1989

10.03.2022 – A JE Mora ao Lado: mesário recebe eleitores com café da manhã e tapete vermelho

08.03.2022 – A JE Mora ao Lado: conheça a professora que transformou a seção eleitoral em ponto de encontro de amigos

03.03.2022 – A JE Mora ao Lado: a festa da democracia é o principal incentivo para os mais jovens se voluntariarem como mesários

24.02.2022 – A JE Mora ao Lado: aos 26 anos, mesária atua pela terceira vez como voluntária

22.02.2022 – A JE Mora ao Lado: mesário há 20 anos, participou pela primeira vez ainda na universidade

17.02.2022 – A JE Mora ao Lado: administradora afirma que atuar como mesária ajuda a construir a história

15.02.2022 – A JE Mora ao Lado: mesário atua como voluntário desde a redemocratização, em 1988

10.02.2022 – A JE Mora ao Lado: Kevanio atua como mesário para contribuir com a democracia

08.02.2022 – A JE Mora ao Lado: mesário viaja para a cidade onde nasceu para votar e trabalhar nas eleições

TSE - Tribunal Superior Eleitoral

TSE - Tribunal Superior Eleitoral

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é a instância jurídica máxima da Justiça Eleitoral brasileira tendo jurisdição nacional. As demais instâncias são representadas pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TRE), juízes eleitorais e Juntas Eleitorais, nos momentos de eleição, espalhados pelo Brasil.

Conheça as teses que estão em alta no momento e veja como trabalhar com elas

Tese da Nova Correção do FGTS

Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a Taxa Referencial (TR), responsável pela correção monetária de precatórios e do FGTS entre os anos de 1999 e 2013, como inconstitucional.

Tese da Cobrança de Saldo do PASEP dos Servidores Públicos

Todos os Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal) têm direito ao saque integral do PASEP. Para obter o saldo do PASEP é preciso ingressar com Ação de Cobrança.

Tese da Revisão da Vida Toda PBC

O segurado que possui inscrição no INSS em data anterior a 29/11/1999, tendo contribuições antes deste período, somado ao fato de que requereu o benefício após 29/11/1999, tem direito à revisão da vida toda.

Tese da Restituição da Multa de 10% do FGTS

O STF declarou constitucional a cobrança adicional de 10% sobre a multa do FGTS nos casos de demissão sem justa causa e negou pedido de uma empresa para restituição de valores pagos ao governo.

Tese da Restituição do ICMS Cobrado Indevidamente na Conta de Luz

Diversos tribunais Brasileiros reconhecem a ilegalidade da cobrança do ICMS na conta de Energia elétrica, milhões de pessoas em todo o país tem direito a restituição, veja como buscas a restituição para seus clientes.

Tese da Exclusão do ICMS da Base de Cálculo do PIS/COFINS

O STF decidiu que o ICMS não compõe a base de cálculo para a incidência do PIS e da Cofins. Entretanto, a Receita Federal continua exigindo das empresas o recolhimento do ICMS, sendo necessário entrar a Justiça para reaver valores pagos e impedir cobranças futuras.

Tese da Exclusão do ISSQN da Base de Cálculo do PIS/COFINS

A tese refere-se à base de cálculo do PIS/COFINS, que não deve ter em sua base de cálculo valores arrecadados a título de ISS, pois estes não se incorporam ao patrimônio do contribuinte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

janela