Vítima beija réu antes dele ser condenado por tentar matá-la no RS

Acusado de tentar matar a namorada em agosto do ano passado, Lisandro Rafael Posselt, 28 anos, foi condenado a sete anos de prisão pelo Tribunal do Júri em Venâncio Alves, no Rio Grande do Sul, nesta terça-feira (28). Uma cena chamou atenção no julgamento: a sobrevivente, Micheli Schlosser, pediu autorização para beijar o agressor, dizendo que o perdoava. A informação é da Zero Hora.

Micheli prestou depoimento no julgamento. Logo depois, pediu para beijar Lisandro, o que foi autorizado. O advogado Jean Severo, que representou o réu, diz que a atitude não foi combinada, mas ajudou na defesa.

“Se a vítima tem essa atitude, ela que é a principal interessada, isso certamente facilitou a nossa argumentação”, acredita.

Depois da decisão, a vítima e o agressor tiraram uma foto juntos ao lados do time de advogados da defesa.

Lisandro estava preso desde o dia seguinte ao crime, mas agora deve permanecer em liberdade, pois não possui antecedentes e teve pena menor do que oito anos.

Ele foi condenado a cinco anos por tentativa de feminicídio privilegiado, por agir sob forte emoção, o que diminui a pena. Houve qualificado de recurso que dificulta defesa da vítima, o que aumenta a pena. Os outros dois anos da condenação foram por porte ilegal de arma.

O advogado dele diz que não vai recorrer. O promotor do caso, Pedro Rui da Fontoura Porto, afirmou que a vítima disse várias vezes durante o processo que era dela a culpa pelo descontrole do homem. Também disse que os dois brigaram depois que ela ameaçou denunciá-lo falsamente por estupro, o que o promotor não acredita.

“Entendemos que a versão não é verdadeira. Mesmo que fosse, não seria privilegiadora, pois o crime não foi na mesma hora. Ele saiu do local e retornou depois com a arma”, diz ele, que vai recorrer para tentar derrubar essa privilegiadora.

Crime

A investigação da polícia apontou que Micheli e Lisandro brigaram na praça central de Venâncio Aires em agosto do ano passado, diante de amigos. Depois, Lisandro saiu mas voltou para lá de moto, com uma arma.

Amigos notaram a aproximação de Lisandro e empurraram Micheli para um carro. Lisandro atirou pelo vidro traseiro do veículo sete vezes – cinco atingiram a vítima. Ela foi internada em hospital da região, mas se recuperou.

Lisandro se apresentou à delegacia no dia seguinte, com a arma do crime, e desde então ficou preso preventimanete. Micheli inicialmente chegou a pedir medida protetiva contra o réu. Depois, mudou de ideia e pediu para que a Justiça a autorizasse a visitar o namorado na prisão, o que não aconteceu.

Fonte: Correio24h

O Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a Taxa Referencial (TR), responsável pela correção monetária de precatórios e do FGTS entre os anos de 1999 e 2013, como inconstitucional.

Todos os Servidores Públicos (Federal, Estadual e Municipal) têm direito ao saque integral do PASEP. Para obter o saldo do PASEP é preciso ingressar com Ação de Cobrança.

O segurado que possui inscrição no INSS em data anterior a 29/11/1999, tendo contribuições antes deste período, somado ao fato de que requereu o benefício após 29/11/1999, tem direito à revisão da vida toda.

O STF declarou constitucional a cobrança adicional de 10% sobre a multa do FGTS nos casos de demissão sem justa causa e negou pedido de uma empresa para restituição de valores pagos ao governo.

Diversos tribunais Brasileiros reconhecem a ilegalidade da cobrança do ICMS na conta de Energia elétrica, milhões de pessoas em todo o país tem direito a restituição, veja como buscas a restituição para seus clientes.

O STF decidiu que o ICMS não compõe a base de cálculo para a incidência do PIS e da Cofins. Entretanto, a Receita Federal continua exigindo das empresas o recolhimento do ICMS, sendo necessário entrar a Justiça para reaver valores pagos e impedir cobranças futuras.

  • 21
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    21
    Shares

Data Venia Dr's e Dra's ! O Jusdecisum é um site de informativo jurídico que tem como objetivo reunir as decisões jurídicas dos principais tribunais do país em um só lugar, facilitando assim a informação e o estudo de profissionais e estudantes da área jurídica. Abaixo, estão nossas redes sociais e contatos, nos siga, mantenha-se atualizado sobre as decisões jurídicas dos principais tribunais, venha fazer parte desta grande comunidade jurídica que estamos criando ! Sejam sempre muito bem vindos !

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

janela
Logo